Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala
Detalhe Evento

"Tutuguri" de Flora Détraz - Cumplicidades '18

Teatro & Arte | Dança Contemporânea

CAL

Primeiros Sintomas
Classificação Etária
Maiores de 6 anos
Bilhete Pago
A partir dos 3 anos
2018
mar
10
a
2018
mar
16
Realizado

Duração

50 minutos

Intervalo

Sem Intervalo.

Promotor

EIRA - Produção e Realização de Espectáculos e Audiovisuais

Breve Introdução

Festival Cumplicidades´18: 7 espectáculos por dia, repetidos nos 7 dias consecutivos, distribuídos pelos 7 espaços de apresentação. O projecto internacional apresenta 7 variações, uma por espaço, nos mesmos dias.

Sinopse

O que fica do corpo quando reduzido à sua própria vibração? O solo de uma bailarina ventríloqua que ecoa um palimpsesto de histórias e de seres para nos fazer ouvir dança. Tutuguri inspira-se num poema de Antonin Artaud Tutuguri O Rito do Sol Negro , escrito pouco tempo antes da sua morte e dedicado a um ritual do peyote no México. A performance explora a dessincronização entre micro-movimentos e sons que ora escapam, ora se rendem à relação com o gesto, num perpétuo conflito de opostos. É a partir deste jogo que o corpo da intérprete se transforma num lugar povoado por sussurros, rangeres de animais, ruídos de crianças, barulhos de aliens, conversas e espasmos, transportando-nos para um mundo por descobrir. Um refúgio acolhedor, uma multidão de voz, uma quantidade de seres, identidades e histórias. Um ser que teria tragado mundos.

Informações Adicionais

Flora Détraz (Paris, 1988) formada em dança e estudos literarios, integrou o curso dirigido por Maguy Marin (CCNR, Lyon) e participou no programa de pesquisa coreografica PEPCC (Forum Dança, Lisboa). Tem formação com Vera Mantero, Lia Rodrigues, Meredith Monk, Loïc Touzé, Meg Suart e Jonathan Burrows, entre outros. Enquanto performer, trabalha com Marlene Monteiro Freitas, Miguel Pereira e Laurent Cèbe. Começou a desenvolver o seu proprio trabalho em 2013, criou Peuplements (2013, La Loge, Paris) e Gesächt (2014, Teatro Meridional, Lisboa). Colabora regularmente com a artista plastica Camille Lacroix no projecto Waves, uma série de caminhadas sonoras em varias cidades.

Projecto Internacional - "O Território dos Corpos"
Variação #3 - 12 de Março / CAL - Primeiros Sintomas

Passando pelos 7 espaços, cada variação performativa do projecto internacional será apresentada posteriormente ao espectáculo nacional, após um intervalo de 20 minutos. O bilhete adquirido é válido para ambas as sessões.

Partilhar

Serviços Adicionais